7 de jun de 2017

Os versos que eu fiz...



Eu fiz versos e bordei palavras no ar, troquei as cores e as coisas de lugar, tá tudo revirando e acho que vou cair... I say save me, call my name and save me from the dark, so you, you came back to me at the right time.

Não sei se adiantou tudo isso, não sei se consegui manter os pés no chão, porque todas as vezes que me sinto pintar as cores que não fazem parte da minha vida de preto. branco e cinza, sei que estou longe demais do que me mantém firme e perto demais de ser eu mesma.

Mas sempre que sou eu mesma, acabo por meter os pés pelas mãos, fujo da minha própria realidade pra conhecer o desconhecido de mim.

Eu te fiz versos e gastei em canções, te fiz sorrir um sorriso de luz pra iluminar meu dia e você me retribuiu em carícias exageradas de palavras sobre meu eu que só você conhece, sobre um ser que você despertou de dentro de mim.

Os dias que passam devagar dizem que apesar de longe, a cada dia a distância diminui porque o tempo de te ver também diminui. Ansiosa espero esse tempo até estarmos prontos para transbordar...


Nenhum comentário: