24 de dez de 2010

Querido Papai Noel...

Sei que minha carta está bem atrasada, mas eu sinceramente acho que se o Sr. analisar bem meu comportamento este ano, eu deixei a desejar, então acho que independente da data da carta, não vou ganhar nada. Receio que eu tenha falhado já que não segui o manual de boa conduta que o Sr. me enviou ano passado, o motivo é que eu nem cheguei a ler. Espero ao menos que possa me dar uma nova chance de fazer tudo diferente no próximo ano.

Um monte de gente me fala que eu to bem grandinha e não tenho mais idade pra escrever carta pro Sr., mas eu não me importo, nunca me importei com esse lance de idade, isso é entre nós e eu precisava me explicar, eu precisava te dizer que agi errado e sem pensar de novo e muitas vezes.
Sabe Papai Noel, eu magoei pessoas, mas eu fui magoada também. Não que isso justifique meus erros, mas quero que o Sr. leve em conta que tudo na vida é relativo e que toda ação tem uma reação. Tudo o que aconteceu foi uma conseqüência tanto das minhas atitudes, quanto das dos outros.

Eu bem que tentei ser melhor este ano, mas não é certo mentir e ser quem eu não sou só por interesse, só pra ganhar meu presente.
Noel, eu não fui uma boa garota. Não estudei, não fiz muitas amizades e o pior, afastei de mim meu melhor amigo, meu pai e mais um monte de gente, acho que eu te comentei uma vez.
Se depois da minha confissão de péssima conduta o Sr. achar que eu ainda mereço um presente, já peço desculpas adiantado pois não comprei nenhuma roupa nova pra passar o Natal. Então não vale contar um ponto negativo já para o próximo ano porque eu já avisei que eu não vou me arrumar pra te receber. Pra mim, o Natal perdeu a graça!
Embora eu não acredite que vou ganhar algo, vou listar três coisas que eu realmente gostaria de ganhar:
1Queria que meu pai voltasse a falar comigo e que dissesse ao menos uma vez que ele sente orgulho de mim mesmo eu não sendo o menino que ele sempre desejou.
2Queria aprender amar alguém que me correspondesse.
3Que 2011 chegue o mais rápido possível e que seja o melhor ano da minha vida até agora!
Papai Noel, devo-lhe desculpas por estes pedidos tão difíceis, mas pensando no trabalho que o Sr. teria se atendesse aos três desejos, eu fiz isso apenas para lhe dar opções, o Sr. pode escolher apenas uma alternativa que já vai me deixar satisfeita, afinal eu compreendo todo o esforço que o Sr. faz todos os anos pra agradar a tanta gente!

Um grande beijo

Vidah

PS: ***Feliz Natal a todos!***

1 de nov de 2010

DESLOCADA

Não pertenço ao local que estou no momento exato em que escrevo isso. Por conseqüência, não me dou o direito de pertencer a nenhum lugar por onde passo e a ninguém que conheço. Sou bicho livre de mim mesma, sou livre em ser presa pelo amor, amor este que não tenho.

Também não tenho profissão, sou o que eu escolho ser num espaço de tempo, num local pré-determinado. Sou presa em meus passos porque os passos foram criados para limitar o ser humano ao destino.
Sou indefinível porque definir é limitar o pensamento e a alma. A definição de hoje é o cabresto de amanhã.
Visto todos os dias os meus medos e as minhas coragens. Visto a alma com desejos e iras, cubro de amor e raiva. Insuflo de sentimentos e ironias.
A combinação perfeita do que não sou, céu e inferno no mesmo andar. Passos exagerados de euforia e disposição, disposição, disposição, disposição!
Jamais me ocorreu que talvez eu seja o que canso de tentar não ser.
Jamais é por demais intenso, me ocorreu apenas agora.